Como contas do Instagram são roubadas?

Além da segunda mídia social mais popular no mundo, o Instagram é fonte de renda para blogueiros, modelos e outras celebridades da internet. Contas com milhares de seguidores despertam atenção não apenas dos fãs, como também dos cibercriminosos. Se uma delas é roubada, as consequências são bem desagradáveis. Entretanto, como exatamente isso pode acontecer? O que podemos fazer para evitar ser vítimas desse golpe?


Método número 1: verificação falsa

Você provavelmente já notou uma marca azul ao lado de algumas contas do Instagram. Até muito recentemente, esses símbolos eram usados ​​por contas pertencentes a celebridades, grandes empresas e blogueiros populares. O emblema é especialmente importante para contas com grandes públicos, porque acrescenta prestígio e distingue da contas fake. Conseguir um selo não era tão fácil: não havia um formulário de inscrição ou uma “loja” – a rede social decidia.

No entanto, o Instagram mudou recentemente sua política de verificação e agora você pode solicitar a confirmação do aplicativo (para isso, vá para Configurações -> Solicitar verificação) e receba o selo se sua conta atender aos critérios.

Essa mudança foi implementada recentemente – em 28 de agosto de 2018 – e muitos usuários não sabem exatamente como obter o carimbo azul desejado. É claro que os golpistas exploram isso, criando sites que se mascaram como páginas do Centro de Ajuda do Instagram e solicitam detalhes de usuários, como nome de usuário, senha, endereço de e-mail, nome completo e data de nascimento – tudo pela promessa de um selo.

Ao fornecerem esses dados, o usuário desavisado é informado que terá de esperar 24 horas para o veredito, e é avisado para não alterar suas configurações de conta nesse período. As informações vão direto para o cibercriminosos, enquanto o usuário senta e espera, sem nem imaginar que a segurança de sua conta está comprometida.



O método também pode ser utilizado para obter informações pertencentes às vítimas, facilitando a passagem dos criminosos por processos de autenticação de dois fatores. Para isso, os criminosos usam uma mensagem dizendo ser possível que o serviço de suporte entre em contato com o dono da conta a fim de esclarecer detalhes. Quando o tal “serviço” entra em contato, pede o código SMS ou outra informação de segurança. Podem ainda enviar outra mensagem que requisita informação supostamente necessária para verificação, que utilizam ao lidar com a equipe de suporte real pelas costas do dono da conta (isso pode incluir, por exemplo, uma foto ou outros dados pedidos pelo serviço verdadeiro).

Método número 2: o bom e velho phishing

Os golpistas também continuam a utilizar técnicas comuns de phishing para atrair a vítima a uma página falsa de login ou redefinição de senha. Por exemplo, enviam uma mensagem dizendo que a conta foi hackeada e suas credenciais de login precisam ser atualizadas, ou simplesmente oferecer “avaliar uma foto” que supostamente requer as informações de acesso à mídia social.

Exemplo de página de phishing passando-se pelo login do Instagram
Exemplo de página de phishing passando-se pelo login do Instagram

Com mais de um bilhão de usuários ao redor do mundo, o Instagram não é um alvo novo. Uma vez que sua conta é hackeada, cibercriminosos obtêm acesso a suas informações pessoais e mensagens. E essa conta pode ser usada para espalhar spam, phishing e conteúdo malicioso. Frequentemente, ao hackear uma conta, os criminosos mudam a descrição, foto de perfil, e-mail e telefone associado. Isso torna quase impossível para o usuário real restaurar acesso a conta perdida.

Como se proteger do roubo de contas do Instagram

Como sempre, melhor prevenir que remediar – especialmente quando as medidas mitigatórias são escassas. Aplique essas regras simples e proteja-se:
  • Não clique em links suspeitos.
  • Sempre verifique a barra de endereço com o URL da página. Se no lugar de Instagram.com constar algo como 1stogram.com ou instagram.security-settings.com, saia já e sequer considere fornecer informações pessoais.
  • Apenas utilize aplicativos de mídias sociais advindos de lojas oficiais – Google Play e App Store.
  • Não use credenciais de login para autenticação em serviços ou aplicativos de terceiros.
  • Utilize uma solução de segurança que despacha mensagens suspeitas e bloqueia páginas de phishing. O Kaspersky Internet Security é capaz de lidar com essa tarefa para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESET PARCEIRO EM DESTAQUE

+110

Milhões de usuários seguros no mundo todo

+102

prêmios de prestígio VB100

30

anos da tecnologia NOD32

13

centros globais de pesquisa e desenvolvimento

Pages

Política de Privacidade‎ / Devoluções e Garantia‎ / Entregas‎ / Pagamento‎ / Dúvidas mais Frequentes‎
© GROUP FJ SOLUÇÕES SEGURAS LTDA - 2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: GROUP FJ.
Tecnologia GROUP FJ.
imagem-logo